terça-feira, 5 de julho de 2011

No delicioso calor
Que vem de meu corpo
Vem se perder amor
Tatear minha pele molhada
Preencher meus espaços de leve
Em piano, mezzo piano, forte, fortíssimo...
Me tomar em seus braços
Se achar em meus lábios,
Mergulhar em meu oceano bravio
Que te suga e te salga...
Achar o caminho sobre
As minhas curvas
Se entregar aos meus olhos
Que queimam
E em minhas mãos
Se perder de vez. 


Milene.

21 comentários:

  1. Olá Milene,
    Sensual e apaixonante!
    Belo poema!
    Obrigada pela visita.
    Já estou seguindo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Milene querida, versos cheio de paixão esses.
    Adorei.

    Ahhh uma mariliense pela blogosfera, adoro Marília, provavelmente a próxima faculdade que quero fazer de "Biblioteconomia" eu faça lá, estou estudando a ideia ainda rsrs Agora já sei que vc é mais gente boa do que eu desconfiava!!!!!!

    Muito obrigada pelo carinho com meus textos, adoro seus comentários, demais mesmo!!!
    bjokitas e um grande abraço pra ti ;)

    ResponderExcluir
  3. Milene... uia.. eu quero..sentir td isso...rsrs

    Lindo seus versos... adorei, como sempre.

    Mi.. na postagem de terca feira, eu completei 200 seguidores,
    Ate hj esta valendo um cometario de meu seguidor para concorrer a
    um conj de colar e brinco de ceramica.
    Eu estendi os comentarios validos ate hj. quarta.vou entao sortear dois, a duas pessoas.
    Gostaria que vc participasse.. 'e so deixar um comentario na postagem de segunda..tem selinho e td..mas nao e necessario levar so se vc quiser. Mas so vai ate esta quarta. E se vc nao 'e minha seguidora ( as vezes a gente esquece ), te convido a ser..
    Um Bj
    ma

    ResponderExcluir
  4. ..agora q vi q eu mesmo te seguia sem ser..rs
    mas agora sou..

    bj
    Ma

    ResponderExcluir
  5. Milene
    “Me tomar em seus braços /Se achar em meus lábios,/Mergulhar em meu oceano bravio/Que te suga e te salga...”
    A entrega total numa relação é uma das coisas mais sublimes que existem. E escrever sobre tal entrega sem cair no lugar comum deve ser muito difícil. Mas você conseguiu, linda e suavemente. Adorei o poema.
    Bjkas com muito carinho!

    ResponderExcluir
  6. Duas almas, dois corpos e um só desejo... se tornar apenas um.

    Maravilhosa entrega!
    Lindos versos!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  7. Ah Meire, Biblioteconomia na unesp né? Nossa, é muito legal lá e o campus é lindo! Obrigada pelo carinho também querida, é sempre bom te ver aqui, beijos.

    ResponderExcluir
  8. Ma, eu vou lá participar, é claro! Obrigada pelo carinho e pela lembrança, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Nada sutil, mas que se danem as sutilezas! Adorei!

    ResponderExcluir
  10. Lindo demais, cheio de coisas boas..! bjus

    ResponderExcluir
  11. Pura melodia em versos Mi, sem contar as emocoes compondo uma partitura cheia de deleites... hummm.... lindo demais!

    Beijinhos minha compositora querida!

    ResponderExcluir
  12. Percebeu que a própria forma do poema vai de piano > mezzo > forte > fortississmo > forte > mezzo > piano?

    >
    >>
    >>>
    >>
    >

    ResponderExcluir
  13. Amiga, bom fim de semana pra tuuu sweetheart!!!

    ResponderExcluir
  14. Poema em brasa ...!
    inspirador !

    Um beijo , querida !

    ResponderExcluir
  15. Sempre bela, intensa, sensual, excitante!...


    Beijos meus!
    AL

    ResponderExcluir
  16. Uauu! Quanta sensualidade! Parabéns!

    Estava de férias, por isso dei uma sumida!!
    Estava com saudades!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Olá Mi.
    Nossa que lindo poema de amor!

    Beijinho moça.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  18. Uma eterna entrega...
    Que seja sempre encantador assim ;)
    Saudades daqui,Querida Mi!
    Estava de viagem,mas já voltei!
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada a todos pela visita e pelos comentários. Voltem sempre, =).