segunda-feira, 27 de junho de 2011



O sentir me guia
O sentir me faz,
Criatura estranha
Enigma, a vagar só...

O sentir me tira, me pira
Me vira a cabeça
Me traz combustão,
Me deixa sem chão.

O sentir me dá a poesia
O não refletir
O vomitar sobre o papel
Me joga, me rende,
Me recolhe sem ar.

O sentir me preenche de coração
Barco à deriva
Dominada por sentimentos extremos
tonalidades menores, maiores,
Introspecção quebrada apenas
Por palavras e sons.

O sentir me torna gente
Amor- dor misturados
Calma por fora
Nitroglicerina pura por dentro
em ataques de comoção,
Passado – presente – futuro
em um plano só.




Milene.

12 comentários:

  1. Milene querida, o sentir nos torna iguais, é o primeiro passo nessa longa estrada. Sentir é o que nos alimenta e há quem sinta tanto que derrama sentimentos em tudo o que escreve, acho que esse é bem seu caso!!! Adorei as palavras *-*
    Que em sua semana vc SINTA muitas coisas boas!!!!
    bjokitas gigantes!
    ;)

    ResponderExcluir
  2. Sinto a tua poesia fazendo voltas aqui. Minha menina luz, obrigada pelo selo, irei fazer um lugar especial para eles.

    Um abraço, bem forte.

    ResponderExcluir
  3. Bonito e ao mesmo tempo e forte, adorei o "vomitar sobre o papel" escrever é um dom e você o possui!

    ResponderExcluir
  4. Essa sementinha chamada sentimento tem grande poder de se desenvolver. E sempre a alimentamos, porque nos dá vida.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga Milene. Conheci teu blog e fiquei encantado com teus textos, muita sensibilidade, muitos sentimentos, muita emoção, tudo junto misturado. Adorei teu cantinho e com certeza passarei por aqui muitas outras vezes. Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  6. Milene,
    O sentir é o que nos move e nos leva a lugares inalcançáveis!
    Lindo como sempre teus escritos!
    Um beijo enorme!

    ResponderExcluir
  7. Enquanto sentimos estamos vivas... como sempre uma aula de inspiração e versos...Bom dia!!! bjss

    ResponderExcluir
  8. O sentir às vezes é traidor também, né amiga. Ele nos contraria, nos testa, mas também nos alimenta. Esse é o principal combustível de quem nao consegue viver, a nao ser sentindo.
    Me senti flutuante em sentir com essa fotinho que ilustrou, linda dimais da conta!

    ResponderExcluir
  9. Milene,
    tem selinhos pra ti lá no blog,
    quando puder dá uma passadinha por lá?
    http://evidentesselinhosemimos.blogspot.com/2011/06/me-atualizando-nos-selinhos.html
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. É sentindo que se vive. Muito belo Milene...

    beijo!

    ResponderExcluir
  11. Milene, tua inspiração é grande e linda!

    Adorei a poesia!beijos,obrigado pelos carinhos,chica

    ResponderExcluir
  12. Milene,
    Acho que o SENTIMENTO é o que nos orienta nesse mundo. Contundente mas linda sua poesia. Amiga, beijokas com muito carinho e um lindo domingo pra você, com muitos sentimentos gostosos!

    ResponderExcluir

Obrigada a todos pela visita e pelos comentários. Voltem sempre, =).