sábado, 18 de junho de 2011


A Tristeza jaz
- é final de linha 
de dias passados,
Ainda assim,
O sol brilha na presença dela
e ilumina a paisagem 
humana a sua volta. 

Ah, a tristeza está no poço
Está no fundo
Ainda assim,
Nos lábios dela se esboça um sorriso
convidativo ao mundo,
Coração grande e aberto
mesmo que repleto de lágrimas secretas...

Sim, a tristeza paira 
disfarçada no olhar,
Mistério insondável
E sobretudo nos passos
que passam desapercebidos,
Ainda assim,
Os dias correm e cumprem
o seu acordo com o tempo...

E ela está lá - 
Melancolia amável
Prestativa em sua função de amar
Colo quente, mãos estendidas
Separada ao mesmo tempo de tudo
E ela está lá...

Milene.

19 comentários:

  1. sempre estará lá,cabe a nós separá-la dos outros sentimentos...quando ela tiver de vir,que venha sozinha!
    Lindo viu?
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Lindos e melancólicos versos. Gostei muito! beijos, lindo fds, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Milene, indiquei seu bloguito para o "selo do blog de ouro" no Cris Style, mas fique à vontade para pegar, no "mimos/selos".

    ResponderExcluir
  4. Por que quem escreve poesias, raramente dá título para ela? Essa com certeza se chamaria "melancolia". Sem conhecê-la, nao saberíamos o que é a euforia da alegria.

    Mais uma vez um texto bem legal, ah quem dera eu saber poetar.

    grande beijo, bom fim de semana, mesmo sem banheira hehe

    ResponderExcluir
  5. Cris é uma honra receber um selo seu assim! Passerei lá no Cris Style depois para pegar. Obrigada. Ah, respondendo a sua pergunta, acho que não dou títulos quase nunca aos poemas, pq tenho a sensação que os títulos os delimitariam demais, já dando uma impressão pre - concebida ao leitor do que querem dizer e como poesia é fantasia e sentimento, prefiro não dar título aos poemas... eles me veem de algum lugar interno meu e muitas vezes podem dizer coisas diferentes pra pessoas diferentes e em momentos diferentes tb... bom final de semana para vc tb, com banheira ou sem...rs. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Linda, obrigado pela visita.

    É lindo o teu blog.

    Mas você entrou justamente no momento em que eu estou fazendo a manutenção do meu cantinho, que vai ficar até segunda feira fora do ar.

    Aguardo você lá, inclusive, para o post de comemoração de dois anos do meu canto.

    Bjs e desculpe o transtorno.

    ResponderExcluir
  7. Milene
    Que texto lindo e triste. Mesmo sendo lindo o sentimento da tristeza, eu prefiro que ela fique longe de mim, só aceito uma leve melancolia a sorrir pra mim. Amei!
    Bjkas com muito amor!!!

    http://amadeirado.blogspot.com
    http://alemdasnuvens2011.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. A tristeza está lá, mas a felicidade tbm está por perto... Lindos seus versos Milena, adorei..bjss

    ResponderExcluir
  9. Milene poetisa para mim tuas poesias são uma arte conceitual literária, simplesmente maravilhoso ler e ver tantos ângulos ler teu blog é passear por uma galeria de arte e sair maravilhado com a alma leve!

    ResponderExcluir
  10. Maravilhoso! Pra você saber que eu venho... e leio! Ótimo blog!

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito de saber Reinaldo! Obrigada pela presença, beijos.

    ResponderExcluir
  12. Milene,

    Vim te ver... E ler essa poesia me fez pensar que tristeza, assim como felicidade, é um dos infinitos em nós. E mesmo lá, existindo, persistindo, o tempo segue o seu fluxo. E entre um intervalo e outro é possível encontrar felicidade.

    Lindo!

    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  13. "Tristeza não tem fim
    Felicidade sim"

    Seu poema me lembrou o Tom e Vinicius.


    :)

    ResponderExcluir
  14. Milene,
    Vim agradecer pelo carinho dedicando-me o selinho,levarei com todo orgulho.
    Muitíssimo obrigada viu? tú és um amor!
    Um beijo e um ótimo feriado pra ti!

    ResponderExcluir
  15. Milene poeta, se tiver um tempinho me escreva em miltextos@gmail.com para explicar como este inexperiente blogueiro coloca o selo no devido lugar. To indo pra GYN segunda-feira... respirarei seu ar de poesia. Beijo grande - e obrigado por tudo, principalmente pelos versos...

    ResponderExcluir
  16. Nossa!
    Que lindo!

    Que ela fique quietinha e serena e que a alegria se faça forte e pulsante.

    beeijo*

    ResponderExcluir
  17. Milene, mais uma vez você arrebentou, penso a mesma coisa quanto ao nome do post, tanto é que odeio fazê-lo hehehe


    Bom feriaaaado, ainda bem logo tem férias né!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Encantadores teus versos, Milene!!

    Tristeza guardada sempre fica, só não podemos dar muito espaço pra ela crescer e tomar conta né...

    Adorei aqui!!

    ResponderExcluir

Obrigada a todos pela visita e pelos comentários. Voltem sempre, =).