quinta-feira, 19 de maio de 2011























Aquele céu repleto de estrelas, amor,
Faz parte do nosso luar sonhado - roubado,
Paisagem sonora interrompida
Que os anos não conseguiram apagar... 
Noturnos de Chopin permanecem
como nossas testemunhas ocultas
As lembranças vivas, 
como em um filme real,
Olhos de mel torturantes,
Secretos na imaginação,
E o grito abafado no peito,
É solidão transformada por vezes em lágrimas,
Desde o dia em que teus passos
Abandonaram os meus...
Amor - dor retido em seu significado
Em meu, em teu
Silêncio forçado.

Milene. 

 


8 comentários:

  1. triste quando o silêncio é forçado.
    Melhor quando fazemos dele,a resposta.
    Belo poema!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não mantenha o silêncio forçado (rss). Grite e se escabele! Viva a sua dor na maior intensidade. Esse é o caminho para a liberdade do coração.

    Bjs. Lindo poema!

    ResponderExcluir
  3. Triste e belo, Milene. Quando um amor se cala, uma estrela perde seu brilho.

    beijo.

    ResponderExcluir
  4. Quantas vezes o silencio não nos faz escravos... Belo poema, me vi nele em muitos angulos...

    bj..

    Catita

    ResponderExcluir
  5. Nos silêncios forçados ainda se ouvem belas melodias de Chopin!...


    Beijos meus!
    AL

    ResponderExcluir
  6. Oi, Milene!
    Muito bonito seu blog de poesia e música.
    Um beijo e sucesso.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Milene
    ÀS vezes os silêncios forçados nos são mais favoráveis. Muito lindo o poema! E o seu blog é lindo, com textos belos! Obrigada pelo seu retorno lá no Amadeirado! Estive fora em um fim de semana prolongado, mas agora já estou de volta pronta para continuarmos nossa troca extremamente gostosa e rica de ideias e reflexões.
    Beijos com muito carinho e uma ótima semana!!!

    ResponderExcluir
  8. Por mais que a gente queira silenciar nossas dores-amores, Chopin vem e traz à tona o que quisemos deixar na margem do esquecimento... ouvir Chopin é como se sentir, nesse caso, em um relicário de emocoes...
    Tô adorando aqui, é emocao misturada com beleza onírica, poética, musical... você tem bela alma, eu diria.
    Seja bem vinda no meu "castelo" de "escrevinhamentos"

    ResponderExcluir

Obrigada a todos pela visita e pelos comentários. Voltem sempre, =).