quinta-feira, 7 de abril de 2011



 















Um

Uno como um grão de areia
Em um imenso deserto
Passeando pela multidão
Juntos e separados
Apenas um,
Que poderia ser outro ou não...
Em suas lágrimas,
em seus esforços
Em sua luta para que tudo
Não seja em vão.
Viva, sonhe, não
espere mais.
No labirinto humano
Tão sós e inseparáveis
No fundo e sem saber,
Somos apenas um.

Milene.

4 comentários:

  1. Uno onde cabem infinitos sonhos e milhares de palavras que podem verter poesia.

    Belo, Milene!

    um beijo.

    ResponderExcluir
  2. "Uno como um grão de areia":
    eis o que somos!

    Beijo,
    Doce de Lira

    ResponderExcluir

Obrigada a todos pela visita e pelos comentários. Voltem sempre, =).