domingo, 13 de março de 2011















Uma estrela brilha alta
em meu infinito só,
entrelaçada em ti 
em fulgurante dança.
Tango único 
a arrancar o coração...
Sou tua, és meu!
Os olhos se vendam 
e somos sós na mulitdão.
No mar, no ar,
vibração e paixão.
Sim, apenas nós 
nessa noite linda,
ainda que seja um sonho,
Ilusão ouvida em um tango
Que ao abrir os olhos,
se desvanece.


Milene.

*Sugestão - Assistam o vídeo e leiam o pequeno poema ao mesmo tempo. O poema foi inspirado nessa peça e não faz o mesmo sentido sem ela.

8 comentários:

  1. Oi Mi!!

    Ilusão ouvida em tango!!
    Pode ser ilusória, mas é caliente!!

    beijinhos e ótima semana amiga

    ResponderExcluir
  2. E bota caliente nisso Lê, rs... gosto de tango por isso, tem paixão e drama e uma pitadinha de melancolia tb... beijos pra vc tb e ótima semana.

    ResponderExcluir
  3. Ola querida, devido a correria por aqui por causa do terremoto no Japão estou passando rapidinho pelo blog para deixar um beijo e agradecer sua visita!!!!
    :)

    ResponderExcluir
  4. Tango e paixão serão eternamente associados. Belo poema. Rubro, intenso.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Flávia e Celso pela visita, beijos.

    ResponderExcluir
  6. Poesia, Gardel e Piazzola, perfeito. Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Se desvanece, mas deixa uma presença intensa ao nosso lado, não?
    Intenso, com certeza.

    http://escrevoparaviver.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. lindo poema, lindo o blog e o Astor é demais!!! voltarei mais vezes =.)

    ResponderExcluir

Obrigada a todos pela visita e pelos comentários. Voltem sempre, =).